Guerreiros Ninjas - NINJUTSU ARTE MARCIAL NINJA - AIKIBUDO JUJUTSU - CURSOS DE DEFESA PESSOAL - AULAS EM GRUPO E PARTICULARES PARA HOMENS E MULHERES

Guerreiros Ninjas

 

Nenriki Dojo Pergaminho Site 022 Nenriki Dojo Pergaminho Site 024 Nenriki Dojo Pergaminho Site 026

 

Koga e Iga firmaram sua posição como berço dos melhores guerreiros das sombras do Japão entre os séculos 14 e 15. Esses guerreiros absorveram também conhecimento de várias fontes, incluindo Kyoto, Osaka, Nagoya e alguns historiadores apontam inclusive a própria China, pois depois da Dinastia Tang, muitos guerreiros, forasteiros, filósofos e estrategistas militares escaparam para o Japão a fim de evitar a punição imposta pelos governantes chineses.

 

Acredita-se que muitas fam√≠lias Ninjas foram expostas √†s culturas vindas desses grupos e moldaram o que se tornou o Ninjutsu. H√° relatos que em parte a filosofia Ninja nasceu dos par√°grafos do livro de Sun Tzu ‚ÄúA Arte da Guerra‚ÄĚ, escrito na China no s√©culo VI a.C ; no cap√≠tulo 13 Sun Tsu aconselha o uso de agentes disfar√ßados e de espi√Ķes para conhecer melhor o inimigo, obter informa√ß√Ķes, criar confus√Ķes, plantar boatos e sabotar; ‚ÄúAo conhecer o inimigo t√£o bem quanto se conhece a si pr√≥prio √© poss√≠vel lutar cem batalhas e obter cem vit√≥rias‚Äô. Sabe-se que as t√°ticas propostas por Sun Tzu iam contra a honra japonesa, mas, ao mesmo tempo era um m√©todo extremamente eficaz de se obter a vit√≥ria.

 

N√£o √© poss√≠vel definir historicamente as origens t√©cnicas ou exatamente como foram ensinadas e aplicadas, por√©m os manuscritos hist√≥ricos s√£o un√Ęnimes em relatar que os Guerreiros Ninjas eram excelentes combatentes em diversas situa√ß√Ķes; sua fama cresceu devido serem especialistas em adentrar lugares protegidos sem serem vistos, sabiam recolher informa√ß√Ķes, manipulavam explosivos, conheciam venenos e eram mestres em assassinatos, sabotagem e emboscadas, tendo como trunfo o seu anonimato em todas as suas miss√Ķes.

 

A maioria dos Ninjas, no Japão era composta de camponeses e vivia em clãs. Acredita-se que os mesmos desenvolveram suas técnicas por necessidade, devido à grande opressão existente no Japão, em suas épocas de guerras. Eles consideravam que a natureza era o melhor local para um treinamento, pois conheciam, conviviam e dependiam dela. A história dos Ninjas é permeada de lendas, registros inacabados, pois, grande parte dos registros era documentada nos manuscritos chamados de Toramaki.

 

Por utilizarem c√≥digos secretos (afim de n√£o serem descobertos pelo inimigo), muitos desses registros n√£o foram decifrados; coube as fam√≠lias transmiti-las de gera√ß√£o a gera√ß√£o. √Č importante lembrar, que um Ninja perfeito n√£o se envolveria em combate direto; a invisibilidade garantia-lhe sucesso em suas atividades, assim nunca seria visto um Ninja fazer exibi√ß√£o de suas habilidades sem absoluta necessidade.

 

Tendo como profissão a espionagem, assassinatos silenciosos e sabotagem, os melhores Ninjas são aqueles que nunca foram pegos; e se não foram pegos, muito provavelmente, não há evidência através de registros de sua existência.

 

No Japão a classe militar era composta de Samurais, estes obedeciam ao código de regras do Bushido. Era sabido que uma luta entre samurais era rápida, direta e fatal.

 

Do outro lado estavam os Ninjas, que não seguiam os preceitos do Bushido e obedecia apenas uma lei: a da Sobrevivência. Para um Samurai sua espada era sua alma, enquanto para um Ninja, ela era mais uma arma à sua disposição. Outros pontos diferenciais entre Ninjas “ e Samurai são: para o Ninja a proteção da família e lealdade ao Clã vinha sempre em primeiro lugar, enquanto para o Samurai, seguindo um sistema militar rígido, o primeiro a ser protegido era o Daimyo, depois vinha seu Clã; o segundo ponto diferencial é que os Ninjas utilizavam mulheres em suas atividades.

 

Um Ninja √© muito habilidoso na luta desarmada. Ele √© treinado para ser flex√≠vel, a conseguir escapar de diversas situa√ß√Ķes e tamb√©m a lutar com todas as partes de seu corpo; saber onde e como atacar para paralisar ou at√© mesmo matar de forma r√°pida e eficiente, quando necess√°rio.

 

Usavam a sugest√£o, a dissimula√ß√£o em vez da confronta√ß√£o direta, a fim de manipular o inimigo sem que este percebesse, permitindo-o triunfar nas suas miss√Ķes com o m√≠nimo de desgaste energ√©tico poss√≠vel. O estilo de luta do Ninja, o Taijutsu, n√£o ensina m√©todos r√≠gidos e fixados como as demais artes marciais; ao contr√°rio prega a fluidez e o movimento natural do corpo.

 

Um Ninja aprende também técnicas de fraturas ósseas, pontos de pressão dolorosos e neutralizantes, luta no solo, técnicas de arremesso, utilização de um arsenal de armas a desenvolver um espírito instintivo e a ter um refinamento espiritual, o que o diferencia dos demais guerreiros da história.

 

Diferente do que roga a mídia, os Ninjas não são assassinos sanguinários, frios, sem moral, e sim guerreiros munidos de um excelente treinamento técnico, físico e espiritual, aliados aos segredos da invisibilidade. Os Ninjas envolveram-se em muitas guerras e espionagens quando era necessário, porém no restante do tempo eram pessoas simples que desenvolveram certas habilidades para sobreviver nos tempos difíceis do Japão feudal.